terça-feira, 20 de agosto de 2013

Vômito de ouro

Um homem na Inglaterra teve a maior sorte da vida dele ao achar um vômito na praia...

Você vai dizer  : " Perai  você esta louco ou tem algo errado nesse texto. O cara achou um vômito no caminho e você chama isso de sorte  ?"

Calma não estou louco e isso tem explicação obviamente, e não me enganei é um "vômito de ouro" mesmo, quero dizer que vale como ouro mesmo parece surreal mas não é qualquer vômito ou um vômito de qualquer um, o vômito encontrado  foi um vômito de baleia.

Precisamente o vômito da baleia cachalote (veja o artigo sobre a baleia cachalote para quem não a conhece).

O Vômito da baleia cachalote é muito precioso e extremamente raro de ser encontrado na natureza, e uma pessoa passeando por uma praia encontrou perto de 3kg de vômito da baleia em estado solido.

O Vômito solido da baleia é como se fosse ouro em barra pois a matéria é muito preciosa, essa matéria é o âmbar cinzento.

O Âmbar cinzento ou âmbar cinza, ou âmbar de baleia é formado no estomago da baleia cachalote que não conseguindo digeri-lo ele é vomitado pela baleia. Ele é formado para ajudar na digestão de certos alimentos ou até mesmo objetos indigestos, crescendo ele acaba sendo vomitado pela baleia.

Extremamente raro e fedorento o âmbar cinzento é usado na fabricação de perfumes e geralmente o quilo é vendido por 8 mil €.

Em seu estado natural  o produto é ainda mais valioso e esse homem de sorte que encontrou essa pedra fedorenta vomitada pela baleia ganhou nada menos que 50 mil €, ou seja a bagatela de 120 mil R$.

Veja o sortudo ai abaixo que encontrou esse vômito de ouro :


Se encontra uma pedra cinzenta e um pouco amarelada e bem fedorenta não a ignore pois pode valer uma fortuna...

Hoje o âmbar cinza é pouco usado por perfumadores ele que em estado fresco tem um odor fecal, seco esse cheiro muda sendo um excelente fixante para os perfumes. Graças ao âmbar que o cheiro do perfume fica na pele mas hoje ele foi substituído por uma outra matéria por justamente ser extremamente raro e ser derivado de um espécie em extinção, a baleia cachalote.

O uso pode até ser considerado abusivo pela convenção de CITES (Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção) que regula o comercio de animais e flora e os produtos deles derivado no intuito de proteger o animais e evitar a exploração.

A baleia cachalote é a unica baleia capaz de produzir essa secreção biliar em quantidade aceitável para reutilização. Como ela foi incluída em espécie em extinção e protegida pela convenção de CITES embora estender essa proibição ao âmbar encontrado no mar ou nas costas seja discutível, mas conhecemos a ganância humana e o que pode resultar se a procura por esse produto for grande por isso as grandes perfumarias desistiram de usar esse produto pois a venda de seus perfumes poderiam ser proibidas no mercado internacional. Hoje o âmbar cinzento foi substituído por um elemento sintético na fabricação dos perfumes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário